19 3846.1408

Otimização de sites: como ter um bom SEO?

Quando o assunto é melhorar o posicionamento das páginas do seu site nos resultados de busca do Google, não podemos deixar de falar do SEO – Search Engine Optimization –, conhecido também por otimização para mecanismos de busca. Se você tem alguma dúvida sobre como ele funciona e se o seu site tem um bom SEO, esse é o texto certo!

Search Engine Optimization é um conjunto de técnicas que tem como objetivo aumentar o volume de tráfego orgânico dentro de um site e, consequentemente, gerar mais leads, conversões e autoridade para o seu negócio. Elas visam aumentar, de forma natural, o rankeamento nos mecanismos de busca. Quem não gosta de aparecer entre os primeiros resultados de uma pesquisa? Quanto maior for a visibilidade, melhor para a empresa, certo?

As práticas de SEO se dividem em duas estratégias: SEO on-page e SEO off-page. A primeira, são as técnicas que estão dentro da página da empresa, ou seja, as que estão ligadas a produção de conteúdo, escolha das palavras-chave e todas as maneiras de otimizar um site. Já a segunda, são as técnicas que dependem dos usuários, como o compartilhamento de seu texto de blog nas redes sociais, a quantidade de links de outros sites apontando para o seu e outras táticas.

Antes do passo a passo para ter um bom SEO, gostaria de deixar claro a importância de um planejamento de marketing de conteúdo. Para que essas técnicas sejam aplicadas de forma assertiva, uma estratégia tem que ser traçada. Bom, agora vamos lá!

 

1. Faça conteúdo de qualidade

Fazer conteúdo não é tão simples assim. Ele tem que ser de qualidade para conseguir tirar as dúvidas da persona. Atrair novos visitantes e fazer as pessoas voltarem com frequência ao seu site ou blog é muito importante e, por isso, fique atento às seguintes dicas para criar conteúdo de qualidade: leia bastante para aumentar seu vocabulário, estruture seu texto antes de escrevê-lo, tome cuidado com a linguagem e com a gramática e, principalmente, tire as inquietações do seu público.

 

2. Pesquise e escolha das palavras-chave corretas

A escolha das palavras-chave é de extrema importância, pois elas devem estar de acordo com as buscas que seu público-alvo faz, ou seja, elas são os termos que os usuários digitam quando vão fazer alguma pesquisa. E, por isso, devem ser escolhidas corretamente.

Para ajudar esse processo, existem dois sites gratuitos que podem te auxiliar: o Ubersuggest e o Google Trends. Com eles é possível ver sugestões de palavras relacionadas, a quantidade de busca, comparar com outros termos, tirar ideia de conteúdo, entre outras vantagens.

Outros fatores importantes e que devem ser levados em conta são: não ficar preso somente ao uso dessas palavras e utilizá-las de forma que correspondam de 1% a 3% do texto. A escrita deve ser leve, espontânea e fácil de entender. Por isso, use palavras-chave relacionadas, elas são ótimas aliadas para o Google compreender que você não está tentando burlar as regras de colocar muitas palavras-chave para ficar bem no ranking.

 

3. Crie um título atrativo

Quando fazemos uma busca, a primeira coisa que olhamos antes de abrir o texto, é o título. Qual parece mais esclarecedor? Qual combina mais com a minha dúvida? É de extrema importância que o título seja claro, objetivo e que defina a ideia central da sua redação. Use a criatividade e invista em frases persuasivas e que despertem a curiosidade do leitor.

Algumas técnicas usadas para atrair atenção são nos títulos são:

- Crie perguntas: “Você sabe o que é SEO?”

- Use a palavra “como”: “Como ter uma boa otimização de sites”

- Ofereça dicas ou passo a passo: “5 dicas de como vender mais com marketing digital”, “Passo a passo para criar conteúdos de qualidade”

 

4. Tenha uma URL amigável

A sigla URL significa Uniform Resource Locatos, ou seja, em português, localizador de padrão de recursos. Nada mais é do que o endereço virtual da sua página e, para ser uma URL amigável, tanto para quem acessa seu site, quanto para o Google, deve ser fácil de entender.

Quando batermos o olho no link, é necessário que já seja compreendido do que se trata a página. Por exemplo:

https://www.labraro.com.br/portfolio/

https://www.labraro.com.br/547856

Claro que a primeira URL é mais fácil de entender, sabemos que a página que será aberta mostrará o portfólio da Labraro. Agora ficou mais claro? Crie sempre URLs de fácil compreensão.

 

5. Utilize as heading tags de forma correta

Sabe quando vamos escrever um texto no Word e temos a possibilidade de colocar os títulos em hierarquia? “Título 1” para o título principal, “Título 2” para subtítulo e assim por diante? Quando colocamos um texto no blog de um site, por exemplo, nos deparamos com os códigos H1, H2, H3, H4, H5 e H6 que são formas de hierarquizar os títulos presentes no texto.

Não precisamos utilizar todas as heaging tags, mas pelo menos H1 e H2 devem estar presentes. E lembre-se que esses códigos não fazem referência apenas ao tamanho dos títulos, eles são formas de organizar sua página e classificar o que é mais importante.

 

6. Dê nome as imagens

Quando for adicionar uma imagem a sua página, lembre-se de incluir um nome ou atributo alt antes de carrega-las. O Google não consegue enxergar as fotos, mas pode ler o texto que descrevem as ilustrações. Com essa descrição feita corretamente, sua imagem também poderá ser encontrada pelos mecanismos de busca.

Faça a descrição correta e aumente as chances de sua página ser vista!

 

8. Crie links internos para outras páginas do site

Links internos são links inseridos no seu blog que apontam para outras publicações ou páginas do seu site. Essa técnica pode alavancar suas estratégias! Viu como eles são feitos? Deixei um exemplo para você entender melhor. Mas acho que você já deve ter percebido a utilização deles aqui no texto, né?

É importante que esses links tenham relevância, para que o leitor desfrute da melhor experiência possível e permaneça mais tempo no seu site, ou seja, diminua a taxa de rejeição.

Essas são algumas das estratégias existentes para ter um bom SEO. E aí, como está a otimização para mecanismos de busca do seu site? Deixe seu comentário! Leia também sobre o poder das redes sociais para o marketing.


 

Gostou desse texto?
Compartilhe na rede
Gostou do que viu?
Fale conosco
Redes
Sociais
dê uma espiada!