19 3846.1408

Rebranding: qual é o timing ideal para o reposicionamento de marca?

14/11/2018

Durante a convivência em sociedade, cada pessoa constrói a própria reputação. Com as empresas acontece algo parecido: o relacionamento com o cliente ajuda a formar uma percepção. Vamos bater um papo sobre reposicionamento de marca?

Principalmente nos dias atuais, existe uma necessidade constante de se reinventar, inovar, atualizar ou simplesmente encontrar um diferencial e fazer com que o público capte a mensagem que você quer transmitir. Por isso, é importante saber como e quando agir para não perder boas oportunidades de negócio.

Continue a leitura deste artigo para saber o que é rebranding e confira algumas dicas para se reposicionar no mercado.

 

Entenda o que é rebranding

Rebranding é praticamente uma ressignificação, ou seja, renovar a forma com que as pessoas enxergam a marca e desenvolver uma maneira mais atual de comunicação que esteja de acordo com as necessidades de mudança.

Perceba que estamos falando de inovação, portanto, fique tranquilo pois não se trata de deixar para trás tudo aquilo que a sua marca já construiu. Pelo contrário, trata-se apenas de acompanhar o cenário em que a empresa está inserida e as mudanças que ocorrem na mente do consumidor.

Quer um exemplo clássico? Coca-Cola! Quantas vezes a vimos mudar? Mas se vermos o seu logo (por exemplo) de décadas passadas e o de hoje, podemos observar que a identidade visual sempre foi a mesma, passando apenas por inovações e melhorias.

Entendemos então, que o Rebranding se trata de adequações, os tempos mudam, e as marcas devem estar atentas a essas mudanças. Entretanto, a sua identidade deve ser sempre mantida.

 

Saiba como e quando fazer reposicionamento de marca

Você deve estar se perguntando quando é preciso mudar, certo? Por que é importante?

Você já ouviu falar em Análise Swot? Pois bem, esse é o momento de usá-la e perceber a sua importância. É com ela que identificamos fatores internos: forças e fraquezas. Além dos fatores externos: ameaças e oportunidades. Conforme o cenário muda, esses fatores podem também passar por mudanças. Seja com o advento de novos concorrentes, entrada de novos funcionários na empresa, mudanças nos hábitos do consumidor, e por aí vai.

Tudo isso, pede novas atitudes! As vezes pequenas, as vezes grandes. O fato é que o mercado muda a todo momento, portanto a estratégia empresarial deve estar alinhada com esse contexto de mudanças.

Diversas marcas aderiram a essa estratégia com o objetivo de expandir o negócio, como é o caso da Melissa. Na década de 80, essa marca fez muito sucesso com a promoção de sandálias infantis. Acontece que os empreendedores queriam mais: alcançar o público adulto.

Como fazer com que o consumidor visse a marca dessa forma? A Melissa criou diferentes modelos para ampliar as opções e investiu no reposicionamento da marca para conversar com pessoas de todas as idades.

Outro exemplo é quando a empresa opta pela transformação digital. Nesse caso, é preciso reestruturar os processos, absorver uma cultura de inovação tecnológica para ganhar mais produtividade e melhorar outros aspectos.

Isso envolve uma série de coisas, como implantação de novas ideias, adoção de novas ferramentas, treinamento de equipe e um trabalho voltado para a percepção do cliente. Afinal, o objetivo é fazer com que a experiência de compra seja cada vez melhor.

Para você não ter dúvidas de como fazer o reposicionamento de marca na prática, selecionamos as principais dicas sobre o assunto. Acompanhe!

 

Saiba em que contexto seu negócio está inserido!

Não é porque você viu mudanças em uma empresa, que a sua também tem que mudar. Sempre leve em consideração a cultura do seu negócio, suas metas e o público-alvo que deseja atingir antes de tomar qualquer decisão.

É muito importante ter uma política interna de planejamento de mudanças. Isso irá clarear a imagem para todos os envolvidos, para chegar nas melhores decisões possíveis. Acompanhar as mudanças é importante, mas mudar com responsabilidade e coerência é fundamental.

Observe o contexto externo e interno em que está inserido, e com base nessas informações, trace a melhor estratégia para se manter em crescimento.

 

Mantenha as informações do seu público sempre atualizadas

Conhecer bem as pessoas que compram ou podem se interessar pelo seu produto é fundamental para entender do que elas gostam. Além de ser o melhor jeito de a sua empresa se comunicar. Isso irá te ajudar a identificar futuras tendências de comportamento e se antecipar a elas.

 

Encontre o seu lugar ao sol

O mercado está em constante movimento. Quem não consegue se adaptar às mudanças é devorado pela concorrência. Por isso, descubra o seu diferencial. O que faz com que as pessoas comprem o seu produto e não o do concorrente?

Pode ser a qualidade no atendimento, o mix de produtos, a organização do espaço, o conforto, as ações promocionais e muitos outros fatores. O segredo é superar as expectativas do consumidor para fazer com que ele volte outras vezes.

 

Faça o reposicionamento de forma planejada

No momento de criar a sua marca, provavelmente você passou por um longo processo para escolher o logotipo, a fonte, a paleta de cores e uma série de símbolos que fazem parte de uma identidade visual.

Quando for preciso fazer o reposicionamento, é importante rever os seus conceitos. Se a marca deseja ser vista como uma empresa preocupada com as questões ambientais, essa ideia deve ser clara no material impresso, na fachada da loja, no site, nas redes sociais, etc.

 

Mostre sua preocupação em superar expectativas

Bom, se o foco das mudanças e inovações são os consumidores, tais ações só gerarão resultados se forem percebidas por eles, certo? Portanto, esforce-se para deixá-los saber que a sua empresa não mede esforços para satisfazê-los!

Cuidado: quando alterar algo no layout, evite chamar a atenção para esse detalhe com frases como “estamos com novo site”. Apenas produza conteúdo relevante com foco em SEO (otimização de sites por meio de palavras-chave), marque presença nas redes sociais, interaja com o público, ofereça múltiplos canais de atendimento personalizado e espere para ver os resultados.

Lembre-se: posicionamento não se impõe, se conquista.

 

Seja memorável

O consumidor está cada dia mais exigente. Hoje, não basta vender: é preciso mexer com o sentimento das pessoas. Por isso, siga todas as dicas listadas aqui para fazer um planejamento eficiente e engajar seguidores. O cliente satisfeito recomenda a sua marca para amigos e parentes, interage mais, curte e compartilha seus conteúdos.

 

Analise os resultados obtidos após as mudanças

O marketing digital é incrível porque oferece várias maneiras de analisar o desempenho de uma estratégia — inclusive em tempo real. Dessa forma, é possível ver exatamente o que precisa ser melhorado e onde você está acertando. Você só saberá se as mudanças vieram para melhor, se fizer um monitoramento eficaz para analisa-las.

 

Nunca pare de planejar

Os colaboradores têm contato direto com o público — conhecem as necessidades, os desejos e as dores dessas pessoas. Essa interação é extremamente útil para colher informações relevantes. Promova reuniões periódicas com a sua equipe para ouvir a opinião do grupo. Isso vai gerar insights poderosos para você colocar em prática no seu negócio.

 

Como vimos, o reposicionamento de marca é um recurso necessário para dar novo sentido a uma ideia — seja por conta de uma alteração no comportamento do consumidor, seja por ações da concorrência, lançamento de novos produtos, etc. Fazer com que o público perceba esse conceito é um desafio que envolve conhecimentos e habilidades específicos. Pense nisso!

Somos a Labraro, uma agência de marketing digital que cria novas soluções para gerar mais oportunidades e vendas para a sua empresa. Nós pensamos em tudo, desde a ideia da embalagem ao layout digital ou o material impresso. Vamos conversar? Entre em contato conosco agora mesmo!

Gostou desse texto?
Compartilhe na rede
Gostou do que viu?
Fale conosco
Redes
Sociais
dê uma espiada!