19 3846.1408

Tsunami digital – você não pode evitar

16/03/2017

As ondas de mudança já estão sendo presenciadas por todos os empresários. Existe um tsunami digital invadindo agências, lojas, empresas e indústrias. E não adianta nadar contra, as ondas são fortes demais e é muito provável que você se afogue tentando praticar as velhas estratégias. Desde já aconselhamos: é mais sensato pular no barco e iniciar o quanto antes o seu planejamento de marketing digital. Por que? Acompanhe as próximas informações e entenda:

 

Consumidores hiperconectados

Basta andar pelas ruas para ver dezenas e mais dezenas de pessoas conectadas aos seus smartphones. Muitas delas estão fazendo pesquisas no Google, interagindo nas redes sociais ou finalizando compras em alguma loja virtual. Nesse cenário, as empresas que fogem do marketing digital e insistem em apostar nos formatos ultrapassados de divulgação estão perdendo grandes oportunidades de vendas e negócios.

Isto porque a maioria dos consumidores inicia sua jornada de compra em canais digitais, mesmo quando a intenção é comprar o produto ou serviço em seu ponto de venda físico. Desse modo, a interação entre uma empresa e seu público no ambiente digital tornou-se imprescindível para aumentar as vendas e expandir a atuação no mercado.

 

Marketing digital x marketing tradicional

Outdoors, panfletos, flyers podem até funcionar para algumas empresas, mas é incontestável que essas mídias trazem resultados muito limitados se comparadas às estratégias digitais. A razão é simples: no geral, os materiais impressos têm apenas um alcance local, enquanto os conteúdos digitais podem alcançar milhares de pessoas nos quatro cantos do país. Esse diferencial é decisivo, sobretudo para empresas que desejam comercializar seus produtos em todo território nacional por meio de filiais, representantes ou e-commerce.

E mais: os negócios locais também podem alcançar excelentes taxas de retorno com conteúdos segmentados para públicos e pessoas específicas.  Ao investir em uma estratégia focada nas pesquisas do Google, por exemplo, é possível atingir os consumidores com maior potencial de compra, ou seja, aqueles que já estão buscando pelo seu produto ou serviço.  Em contrapartida, ao apostar nos tradicionais materiais impressos, a empresa estará “atirando para todos os lados”, diminuindo assim suas chances de vender para o consumidor certo, na hora certa.

 

Um tsunami que nunca vai parar

Todos os anos, as empresas de tecnologia e internet lançam novos aparelhos, aplicativos e ferramentas de conteúdo para oferecer experiências de interação cada vez melhores. Esse é apenas um dos indícios de que o “tsunami” digital não tem dia, nem hora para acabar.  O comportamento da nova geração de consumidores é outra prova incontestável de que tudo isso perdurará para sempre e um pouco mais - eles não têm paciência para propagandas no horário nobre da TV e preferem escutar sua playlist personalizada no smartphone, em vez de ligar o rádio. Muitos se irritam ao ver suas caixas de correio entulhadas de panfletos que chegaram sem autorização, e ignoram os outdoors da estrada por acharem superficiais demais.

Nós da Labraro convidamos você a pensar nesses fatos e colocamo-nos à disposição para conversar melhor sobre o assunto!

Gostou desse texto?
Compartilhe na rede
Gostou do que viu?
Fale conosco
Redes
Sociais
dê uma espiada!